Achou que ia ver mais miniaturas de papel? ERROU! Agora vou reviver essa série e redimi-la falando de miniaturas de MACHO. Isso mesmo! Agora é a coisa de verdade e os frutinhas podem ir embora.

Estava ouvindo o episódio do Bazar do Bizarro sobre as Noticias da WoTC, não que eu goste da 4e mas tenho que saber oque xingar, e meu sangue ferveu ao ouvir as palavras de Marcelo Dior! Ele ousou dizer que não da para comprar miniaturas de resina e metal no Brasil e eu estou aqui para provar o contrário. Esse jovem RPGista se atém a pre-pintadas de DDM e não conhece a glória das verdadeiras miniaturas! Marcelo Dior, só tenho algo a dizer para você:

Queime Herege! Queime!

Tipos de Miniaturas

Se você se arrepender e quer deixar de ser um herege então você deve conhecer os tipos de miniatura, sejam as verdadeiras miniaturas de MACHO ou as profanações do inimigo.

Plástico (Convencional)

Esse material tem um custo de produção baixo e é fácil de lidar (cortar e etc) mas o maquinário necessário é caro, por isso as minis de plástico só são produzidas por empresas grandes, que só fazem em plástico kits com muitas miniaturas e que vendem bastante. Miniaturas de plástico geralmente vem em um “sprue”, uma espécie de armação de plástico onde todas as miniaturas estão presas e devem ser retiradas. As bases quase sempre vão vir separadas e a mini possui um pedaço de plástico embaixo que serve para encaixar na base (cole, se não vai soltar). Raramente (geralmente em starter sets de jogos) a mini vai vir fora do sprue e com uma base já acoplada.

Não confundam esse plástico de MACHO com o plástico herético e frutinha usado em minis pré-pintadas. Ele plástico não é tão flexível e é bem mais fácil de quebrar, comparadas as miniaturas de metal e resina essas são as mais frágeis, mas ainda assim só vão quebrar se levarem uma boa pancada ou se alguém forçar uma parte mais frágil, então NÃO DEIXA A MALDITA MINIATURA CAIR DA MESA.

Existem hoje tipos especiais de plástico que podem ser usados para fazer miniaturas usando praticamente o mesmo equipamento das miniaturas de metal, o que tornaria o plástico mais viável para minis com tiragem menor, mas esses plásticos especiais ainda não são largamente usados.

A quantidade de detalhes possíveis de serem reproduzidos em plástico varia dependendo do tipo especifico de plástico, mas em geral é inferior ao metal e sempre será inferior a resina. Apesar disso a miniatura ainda vai ter muito mais detalhes que seu DDM ou Heroclix de FRUTINHA.

Da Caixa a Mini Pintada

Da caixa a mini pintada

Metal

O material mais MACHO para se fazer miniaturas. Antigamente o metal mais usado era o chumbo mas depois de que a cidade de Nova Iorque passou uma lei que proibia brinquedos de chumbo (Que depois acabou sendo modificada para não incluir miniaturas de MACHO) as empresas que fazem miniaturas passaram a se preocupar mais com isso e o padrão mudou para ligar não-tóxicas de chumbo e outros materiais ou para o peltre (também não tóxico). Apesar dessa mudança ser coisa de FRUTINHA é muito difícil achar empresas hoje em dia produzindo miniaturas em chumbo e geralmente você não deve se preocupar com isso (exceto caso você compre falsificações, e falsificações obviamente são ilegais). Mesmo as miniaturas da época do chumbo não são exatamente perigosas para nós, contanto que você não vá lambê-la ou chupá-la (Eu sei, é difícil resistir) ou caso lixe a miniatura e depois coma ou respire o pó. Mesmo nesses casos o nível de chumbo só chegaria ao mínimo para fazer algum efeito se você lidar com miniaturas nessas condições com muita frequência e a verdade é que o chumbo era mais perigoso para quem trabalhava fazendo minis do que para o usuário final.

Miniaturas de metal historicamente são mais baratas de produzir que as miniaturas de resina, mas o preço do metal anda subindo e isso pode mudar em um futuro próximo. Fique ligado. O custo com o equipamento para fazer miniaturas de metal é INFINITAMENTE INFERIOR ao das miniaturas de plástico. Por isso o metal é usado por boa parte das empresas de miniaturas, principalmente as que fazem miniaturas para jogos mas não têm seus jogos próprios ou tem jogos pouco populares (não produzem o bastante para valer a pena fazer miniaturas de plástico). O metal é mais difícil de trabalhar que a resina e o plástico. Cortá-lo necessita de um esforço maior ou até de serras especificas mas em geral miniaturas de metal são individuais e precisam de pouca preparação.

Os metais usados na fabricação de minis são metais considerados macios e portanto podem distorcer ou quebrar, a resistência específica depende da liga usada mas não é uma boa idéia deixar eles caírem no chão do mesmo jeito. O metal em geral pega mais detalhes que o plástico, porém menos que a resina e portanto ele só é usado em miniaturas realmente complexas e artísticas se elas forem em uma escala maior.

Mini de Metal

Miniatura de metal da Hasslefree Miniatures, antes e depois da pintura.

Resina

A resina é um material cada vez mais comum no ramo de miniaturas. O processo é teoricamente simples. Duas partes, você mistura, põe no molde e ela endurece — na verdade precisa de mais técnica que isso, sendo ideal ter uma câmara de gás e outra de pressão para ter o melhor resultado. A resina é um material que está ficando cada vez mais popular. É muito usado em outros meios artisticos, o material para produzir não é dificil de encontrar à venda e a resina é o material capaz de reproduzir o maior número de detalhes em uma miniatura.

Historicamente a resina é o material mais caro normalmente usado em miniaturas mas isso pode mudar em um futuro próximo. Até recentemente miniaturas de resina geralmente eram peças mais caras e “de elite”, mesmo quando voltadas para jogos elas geralmente representavam unidades muito grandes ou detalhadas para se fazer em outro material.

A resina mais comum quando se trabalha com miniaturas é a de poliuretano, mas em raros casos pode-se encontrar outros materiais, geralmente com resultado igual ou inferior. A resina é tão fácil de trabalhar quanto o plástico, mas há uma ressalva importante: embora a resina não seja tóxica, caso você lixe a miniatura é recomendado usar uma máscara para impedir que se respire o pó resultante. Eu não consigo encontrar informações que me digam se o pó é de alguma forma mais tóxico se inalado ou simplesmente porque é um pó muito fino e se acumula nos pulmões, como o giz.

Devido à sua flexibilidade a resina pode vir ligeiramente torta por algum problema em seu transporte ou por ter sido retirada do molde antes de secar totalmente. Para consertar basta mergulhá-la em água quente, o que faz a resina ficar mole e poder ser reposicionada, botando então na água fria para que ela endureça na nova posição. A resina de poliuretano ainda assim é frágil, os cuidados com os outros materiais também se aplicam a essa. Já ouvi relatos de variantes mais resistentes mas como a pessoa não me mostro provas e nem se quer explicou o por que da resistência (disse ser segredo de mercado) eu não posso confirmar que sejam verdade.

Miniaturas de Resina

Miniaturas de resina da Forge World, subsidiária da Games Workshop

Finecast

Finecast é o nome de um material, um processo e uma linha pertencentes à Games Workshop. A Games Workshop (GW) diz que as miniaturas Finecast são feitas de resina mas essa resina não é a mesma normalmente utilizada em miniaturas, além disso é dito que ela é misturada ou possui certas características de plásticos especiais que podem ser produzidos sem máquinas caríssimas. O resultado é um material que pega tantos detalhes quanto o metal e a resina convencional mas possui uma qualidade inferior. Em geral tudo que eu disse sobre resina se aplica a Finecast mas no momento em que escrevo isto posso dizer que as miniaturas Finecasts geralmente vêm com bolhas, tortas (mais que o normal), com erros groceiros na produção ou até com cabelos encrustados na resina. Em pesquisa feita pela loja virtual Wayland Games (http://www.waylandgames.co.uk/) chegou-se a conclusão que mais da metade das miniaturas Finecast que a loja recebeu possuíam algum erro, o que levou a loja a retirar essas miniaturas de suas prateleiras.

O Finecast só é utilizado pela Games Workshop e acredito que eles tenham direitos sobre o processo e o material, impossibilitando que outras empresas usem o mesmo processo (ainda bem).

Miniatura Finecast boa e ruim

Duas cópias em Finecast da mesma miniatura. A primeira está boa (ou teve os erros corrigidos) e já recebeu a camada-base de tinta; a segunda acaba de ser retirada da embalagem e podem-se notar os erros, alguns muito dificeis de consertar.

Plástico (DDM/Heroclix/Similares)

Resistente e flexível. Miniaturas desse material vêm pré-pintadas. A qualidade da pintura é inferior e o processo que as cria retira uma quantidade imensa de detalhes da original. Elas são usadas como alternativas mais baratas, mas como são vendidas em boosters como cards de TCG (não, isso não é o padrão para miniaturas, só essas são vendidas assim) algumas mais raras podem custar muito mais que uma miniatura de outro material (de qualidade muito superior). Como qualquer ferramenta da HERESIA, elas são quase indestrutíveis. Assim como as minis de resina elas podem ter partes frágeis ou extremidades entortadas devido ao transporte, a forma para corrigir é a mesma, mas é ainda mais fácil, pois geralmente a mini vai voltar sozinha ao formato original se colocada em água quente, não sendo necessário reposicionar com as mãos.

Miniatura de WoW

Escultura original do mestre francês MIKH e a figura resultante, mostrando a grande perda de detalhes que o processo de criação dessas minis gera. Repare também no machado torto. Miniatura da linha de World of Warcraft da Blizzard.

Se você usa miniaturas desse material eu só posso dizer a você:

Queime Herege! Queime

Comparação relativa entre escalas de miniaturas

Comparação relativa entre escalas de miniaturas

Sobre Escala

Minis vêm em diferentes escalas. Para quem quer usar minis para RPG basta dizer que qualquer coisa entre e 25mm e 30mm está bom. Esses números podem representar a altura em uma figura humana de tamanho médio dos pés aos olhos ou dos pés ao topo da cabeça, dependendo da empresa.

Empresas mais Famosas

Reaper Miniatures (EUA)

Uma das empresas de minis mais famosas entre RPGistas, a Reaper está a anos no mercado produzindo miniaturas com um foco em RPGs. Embora ela tenha seu sistema de wargame, a verdade é que quase tudo que ela produz foi feito para se encaixar em um RPG de fantasia, sci-fi, steampunk, criaturas antropomorfas (Mouse Guard) e outros. Além disso a Reaper possui a licença para produzir minis baseadas nos RPGs da Paizo (Pathfinder) e Pinnacle (Savage Worlds, Deadlands…).

Além disso a Reaper também produz sua própria série de tintas que são muito populares.

Onde Comprar: Reaper Miniatures (EUA), Fantization Miniatures (EUA), FRP Games (EUA), Miniature Market (EUA), The Warstore (EUA).

Games Workshop (Reino Unido)

É impossível falar de miniaturas sem falar da Games Workshop. Essa gigante do mercado de miniaturas praticamente criou o hobby como ele existe hoje. A Games Workshop é famosa pelos seus wargames Warhammer Fantasy e Warhammer 40k, os quais a Blizzard imitou usou de inspiração para criar Warcraft e Starcraft, respectivamente. Além disso eles possuem linhas bem-sucedidas de RPGs baseados em suas franquias, atualmente publicados pela Fantasy Flight Games.

A Games Workshop possui apenas três linhas, Warhammer Fantasy, Warhammer 40k e Senhor dos Anéis (eles possuem os direitos para criação de miniaturas e wargames). Warhammer Fantasy, como o nome diz, é um wargame de fantasia e suas minis representam exércitos distintos de humanos, anões, elfos, demônios, ogros, etc. Warhammer 40k é um cenário de ficção cientifica em um futuro muito distante de caráter sinistro e temas sombrios, com uma certa influência religiosa. O cenário e o look das miniaturas é único e serviu de inspiração para muitos RPGs como 3:16 Carnificina Entre as Estrelas e o cenário de Savage Worlds, Necropolis 2350. Apesar dos cenários com clima dark, as miniaturas de Warhammer têm as propoções do corpo levemente distorcidas, o que geral dá uma aparência levemente cartunesca — isso não ocorre nas miniaturas de Senhor dos Anéis.

A Games Workshop é conhecida pelos preços altos e por ignorar a comunidade, até recentemente as miniaturas da GW eram feitas em plástico ou metal, mas recentemente a GW decidiu trocar o metal por uma resina especial chamada Finecast, com resultados inferiores (veja acima). A GW também é conhecida por preços altos e táticas de monopólio. Recentemente uma mudança nas regras para redistribuidoras proibiu que as redistribuidoras da União Europeia vendam para fora da UE, o que torna a loja da própria GW (com preços mais caros) a única opção para brasileiros querendo comprar minis da GW na Europa.

A GW também produz uma série de ferramentas ligadas ao hobby, geralmente por um preço superior aos concorrentes. Sua linha de tintas, embora de variedade limitada, é de alta qualidade, sendo uma das linhas mais utilizadas por pintores no mundo todo.

Onde Comprar: Games Workshop (Reino Unido), Fantization Miniatures (EUA), The Warstore (EUA), FRP Games (EUA)

Mantic Games (Reino Unido)

A Mantic Games surgiu recentemente no mercado para tentar tomar o trono da GW, com jogos próprios com regras baixadas gratuitamente e com minis de qualidade por preços menores que os da GW. Apesar de possuir seu sistema e cenário próprios, muitas das minis da Mantic são propositalmente feitas para serem alternativas às da GW para que joga Warhammer Fantasy. Recentemente a Mantic anunciou que lançará uma linha de ficção cientifica, seguindo os mesmos moldes da de fantasia (e com unidades que podem servir de alternativa às de Warhammer 40k). A linha de fantasia se chama Kings of War e a futura linha de ficção científica, Warpath.

Onde Comprar: Mantic Games (Reino Unido), Maelstrom Games (Reino Unido), Wayland Games (Reino Unido), Fantization Miniatures (EUA), Miniature Market (EUA), The Warstore (EUA), FRP Games (EUA).

Privateer Press (EUA)

Fãs do cenário de RPG Reinos de Ferro, publicado pela Jambô, vão reconhecer essa empresa. Na verdade Reinos de Ferro nada mais é do que um RPG baseado nos wargames da Privateer, Warmachine e Hordes, ambos compatíveis entre si. Warmachine se foca em diversas civilizações que misturam a magia com tecnologia steampunk, enquanto Hordes se parece mais com um jogo de fantasia normal, mas focado principalmente em criaturas monstruosas.

A Privateer também possui sua linha de ferramentas e tintas. Embora as tintas da Privateer não sejam muito populares como opção principal para a maioria dos pintores, elas são de boa qualidade e possuem certas cores incomuns e interessantes, o que faz com que muitos pintores mais avançados possuam algumas tintas da Privateer para suplementar sua coleção.

Onde Comprar: Privateer Press (EUA), Maelstrom Games (Reino Unido), Wayland Games (Reino Unido), Fantization Miniatures (EUA), Miniature Market (EUA),  The Warstore (EUA), FRP Games (EUA).

Wyrd Miniatures (EUA)

A Wyrd Miniatures produz o jogo Malifaux. Não conheço muito sobre essa empresa, mas as minis são de boa qualidade. Malifaux é um cenário que mistura fantasia, horror e steampunk, as miniaturas são ótimas e possuem muitos detalhes, geralmente com um clima de terror muito bom.

Recentemente a Wyrd Miniatures firmou parceria com World Works Games para a criação de uma linha de terrenos modulares baseados em Malifaux. Esses são similares aos Dungeon Tiles, mas são 3-D, mais bonitos e complexos e possuem um sistema que prende as peças entre si.

Onde Comprar: Wyrd Miniatures (EUA),  Maelstrom Games (Reino Unido), Wayland Games (Reino Unido), Fantization Miniatures (EUA), Miniature Market (EUA),  The Warstore (EUA), FRP Games (EUA).

Infinity/Corvus Belli/War Crown (Espanha)

Recentemente o jogo Infinity dessa empresa tem feito muito sucesso no mercado. Apesar dos nomes diferentes e sites separados, Infinity, Corvus Belli e War Crown são linhas separadas pertecentes a uma única empresa, também chamada Corvus Belli. A linha que carrega o nome da empresa não nos interessa por que sua escala (15mm) não é apropriada para o RPG. Infinity por sua vez é um wargame sci-fi que anda se tornando bastante popular. Ao contrário de outros cenários sci-fi, o look de Infinity é mais limpo e menos soturno, lembrando RPGs como Eclipse Phase e similares. As minis War Crown são de fantasia, mais voltadas para RPG ou para serem usadas como alternativas para outros wargames.

Onde Comprar: Corvus Belli (Espanha), Maelstrom Games (Reino Unido), Wayland Games (Reino Unido), Fantization Miniatures (EUA), Miniature Market (EUA),  The Warstore (EUA), FRP Games (EUA).

Hasslefree Miniatures (Reino Unido)

Outra empresa de renome, a Hasslefree se foca mais nas minis avulsas para RPGs ou para pessoas que pintam as miniaturas apenas como arte. Possui muitas miniaturas baseadas ou inspiradas em filmes, quadrinhos e jogos. Possui também uma grande linha de miniaturas para jogos modernos.

Onde Comprar: Hasslefree Miniatures (Reino Unido), Wayland Games (Reino Unido), FRP Games (EUA).

Wargames Factory (EUA)

Com preços incríveis e enormes caixas de miniaturas, a Wargames Factory começou vendendo miniaturas históricas mas atualmente vende minis de sci-fi e fantasia também. A empresa também tem um interessante sistema em que é possível propor uma nova caixa a ser lançada e caso a proposta consiga apoio o suficiente eles lançam a caixa.

Aonde Comprar: Wargames Factory (EUA), Maelstrom Games (Reino Unido), Wayland Games (Reino Unido), Fantization Miniatures (EUA), Miniature Market (EUA),  The Warstore (EUA).

Rackham (França)

Apesar de não existir mais, essa empresa figura nesta lista tanto por sua importância histórica como por suas peças ainda estarem disponíveis, seja por estoques que nunca foram vendidos ou por uma outra empresa que conseguiu os direitos de produção.

Essa empresa francesa sempre foi referência em termos de minis bem esculpidas, tendo diversas linhas e jogos com uma opção enorme de miniaturas, a mais conhecida sendo a linha de fantasia Confrontation. Entretanto, a decisão de parar de produzir miniaturas de MACHO e passar a vender miniaturas de plástico pré-pintadas no estilo DDM fez a empresa afundar e decretar falência. A história da Rackham mostra como a HERESIA leva apenas a ruína.

Onde Comprar: Cool Mini or Not (EUA), Fantization Miniatures (EUA), The Warstore (EUA), FRP Games (EUA).

Studio McVey (Reino Unido)

Quando se fala de miniaturas com alto nível de detalhe o Studio McVey é referência. Mike McVey e sua esposa Ali McVey são os responsáveis por esse estúdio que produz tanto miniaturas para sua série de wargames como miniaturas avulsas, geralmente em resina. Ambos são lendas vivas do hobby. Mike McVey trabalhou em posições de liderança dentro da GW em seu início e coleciona prêmios de pintura de miniaturas desde que eles começaram a existir. Sua esposa Ali, embora não seja tão veterana como o marido, é considerada uma das melhores pintoras do mundo (na minha humilde opinião, eu a colocaria empatada com outros no primeiro lugar da minha lista).

Onde Comprar: Studio McVey (Reino Unido), Maelstrom Games (Reino Unido), Fantization Miniatures (EUA).

Foundry Miniatures (Reino Unido)

A Foundry produz miniaturas históricas e de fantasia, além de sua loja vender material de outras produtoras. A Foundry é uma das melhores opções se tratando de miniaturas históricas, eles também possuem suas próprias tintas e ferramentas, mas não conheço ninguém que as usa. Ouvi falar muito bem dos livros deles sobre pintura de miniaturas.

Onde Comprar: Foundry Miniatures (Reino Unido), Maelstrom Games (Reino Unido), FRP Games (EUA).

Warlord Games (Reino Unido)

A Warlord Games vende miniaturas históricas de vários tipos, da Antiquidade até a Segunda Guerra. Além disso a loja deles vende miniaturas históricas de empresas menores. Vale conferir.

Onde Comprar: Warlord Games (Reino Unido), Maelstrom Games (Reino Unido), Wayland Games (Reino Unido), Fantization Miniatures (EUA), The Warstore (EUA)

Kimeron Miniaturas [Orkut|Facebook] (Goiânia, GO)

Já a alguns anos no mercado, a Kimeron miniaturas é pioneira no Brasil na criação de minis originais e peças de terreno, seja de metal ou de resina. Embora o foco desse texto não seja terreno, vale conferir não só as miniaturas como as peças de terreno, alternativas mais baratas mas ainda de boa qualidade ao que empresas como a Dwarven Forge fazem.

Onde Comprar: Kimeron Miniaturas [Orkut|Facebook] (Goiânia, GO), Tenda do Zontel (Rio de Janeiro, RJ).

Stoneforge Miniaturas [Site|Blog|Facebook] (Brasil)

Embora ainda entrando no mercado, a Stoneforge tem uma proposta similar à da Kimeron Miniaturas, aumentando a diversidade do mercado brasileiro. No momento eles têm apenas um kit, mas mais está por vir. Também posso afirmar que virão boas noticias deles no futuro que não posso revelar ainda.

Onde Comprar: Stoneforge Miniaturas [Site|Blog|Facebook] (Brasil).

Como Comprar

A maior parte das perguntas e dúvidas de quem se interessa em miniaturas é devido ao frete internacional e as taxas alfandegárias. A verdade é que como miniaturas individuais são pequenas e pouco pesadas o frete não é tão alto quanto muita gente pensa. Além disso algumas lojas possuem até mesmo opções de frete gratuito, especialmente no Reino Unido, embora esse frete gratuito britânico não possua rastreio.

Sobre as taxas alfandegárias, elas não são o grande bicho de sete cabeças que impede o hobby de se espalhar como muita gente pensa. Elas são sim bem altas, podendo chegar a quase 100% do valor da mercadoria e do frete, mas devido à forma com que a alfandega funciona nem todas as coisas que chegam são taxadas. A prioridade fica sempre com contêineres e coisas grandes, fora isso fica em trocas de valor mais alto e pacotes maiores. Sendo assim pacotes pequenos, como os de miniaturas individuais ou até caixas menores, caso embaladas sem exagero, raramente são taxados. Sim, é uma loteria, mas para quem não exagera muito nas compras e usa sempre um nome de pessoa física a chance de ser taxado é muito pequena. Possuo amigos que fazem compras grandes há anos e nunca foram taxados, outros revendem minis no Orkut e compram caixas imensas e em anos no negócio foram taxados duas ou três vezes. Enquanto outros podem ter sido taxados na primeira vez que compraram. Resumindo, compre sem se preocupar tanto com as taxas, mas se prepare caso o pior aconteça. Existe uma única exceção a essa regra: envios de pessoa física para pessoa física com valor inferior a U$50 NUNCA PODEM SER TAXADOS, mas como estamos falando de comprar de lojas isso não se aplica a nós.

Finalmente, sobre opções de frete nos EUA o padrão geralmente será o USPS Priority Mail, que é rastreável e chega em entre um mês e um mês e meio; existe também uma opção sem rastreio, mas não conheço ninguém que já tentou usá-la. Na Inglaterra a opção padrão é o Royal Mail Airmail International que NÃO POSSUI RASTREIO. Cabe à pessoa pesar se ter ou não rastreio vale a pena, porque caso o item não possua rastreio e se perca, os Correios daqui do Brasil não se responsabilizam pelo item. As lojas geralmente não se importam em reenviar, mas paciência tem limites, não é mesmo? Uma dica importante é que ao contrário do que o site do Royal Mail diz, devido ao sistema dos Correios do Brasil, a opção Royal Mail Signed For International possui rastreio completo, tanto lá como aqui e não é necessário comprar por Airsure. Eu mesmo tive problemas com compras sem rastreio e não as utilizo mais, mas até onde sei eu sou a exceção. No final das contas há uma regra não escrita: cidades grandes e bairros ricos são mais bem fiscalizados e o roubo e extravio de mercadorias é menor, então o envio sem rastreio acaba sendo menos inseguro.

Importadores: Apesar de tudo que eu disse até agora faça referência a compras fora do Brasil, para quem não se importa em pagar mais para não correr o risco, existem importadores que trazem com freqüência miniaturas do exterior. Embora lojas virtuais como o Mercador Zimoriano e a Tenda do Zontel se concentrem principalmente em miniaturas de DDM, Heroclix e similares, eles ocasionalmente trazem minis de MACHO. A verdade é que o mercado para esse tipo de mini anda crescendo bem rápido e posso confirmar que pelo menos o Mercador tem interesse em trazer mais miniaturas desse tipo em um futuro próximo.

Além disso algumas lojas de hobbies, material de plastimodelismo, RPG e relacionados podem possuir estoques de minis e outros materiais importados. Posso dar como exemplo a Bárbaras Magia aqui do Rio, que vende tintas e miniaturas, além de possuir um esquema em que por uma taxa extra eles encomendam miniaturas do exterior para você.

Cartões Internacionais: Essa é a opção que todo mundo conhece, mas não é a única. Todos os sites que eu conheço aceitam cartões de crédito internacionais. Vale lembrar que nem todo o cartão é valido fora do Brasil, cheque isso primeiro.

Google Checkout/Paypal: Sites como o Google Checkout e o Paypal são uma alternativa ainda mais segura, além de apresentarem alternativas para quem não tem cartão internacional. O Paypal por exemplo permite congelar um pagamento caso algum problema ocorra com a loja. O Paypal ainda é o mais popular, mas outros métodos como o Google Checkout e a moeda virtual Bitcoin se tornam cada vez mais populares. Embora eu mesmo não possa comprovar, creio que através desses, cartões aceitos apenas no Brasil e débito em conta possam ser usados; no caso do débito, um valor simbólico será retirado da conta para comprovar seu funcionamento correto.

(COMENTÁRIO SÉRIO E PESSOAL DO AUTOR: Eu apaguei e não possuo mais conta no Paypal em protesto à escolha deles de bloquear doações à Wikileaks. Peço aos leitores que considerem isso quando forem comprar.)

Lojas

The Warstore (EUA): Uma das maiores lojas de miniaturas americana, atendimento maravilhoso.

Maelstrom Games (Reino Unido): Frete grátis internacional. Precisa dizer mais? Loja de confiança, já comprei muito com eles. Às vezes eles atrasam um pouco nos envios, mas sempre me entregaram.

Wayland Games(Reino Unido): [Atualização: 12/10/2011] O frete grátis internacional não se aplica mais a América do Sul, eles só enviam com o frete mais caro. Frete mais caro significa chance muito maior de ser taxado (eu mesmo fui quando eles me enviaram nesse frete sem me avisar). Além disso, o atendimento é péssimo, sempre demoram a responder. Compre em outra loja, existem opções muito melhores.

Miniature Market (EUA): Esse site vende de tudo, mas vale lembrar que não envia material da GW para o Brasil. Ele é referência nos EUA no entanto.

Fantization Miniatures (EUA): Loja com ótimos preços da qual ouvi muito bem. O frete internacional especial super-barato para compras pequenas que eles possuem não tem rastreio.

FRP Games (EUA): Outra ótima loja americana.

Cool Mini or Not (EUA): Começaram como uma galeria onde qualquer um pode postar suas miniaturas pintadas e receber notas, além de um fórum, mas hoje reúne diversos pequenos fabricantes de miniaturas que usam o site para vender seu material. Também possui ótimos artigos para quem começa.

Kimeron Miniaturas [Orkut|Facebook] (Goiânia, GO): Fabricante brasileiro de miniaturas e cenário. Precisa dizer mais?

Mercador Zimoriano (Brasil): Loja focada em minis de DDM, Heroclix e similares, mas que logo trará também minis para pintar.

Stoneforge Miniaturas [Site|Blog|Facebook] (Brasil): Loja ainda em construção que promete trazer mais opções de minis e cenários fabricados no Brasil, além de uma surpresa que não posso revelar ainda.

Links

Wamp (Inglês): Fórum muito legal e amistoso, publicam uma revista virtual gratuita mensal chamada Portal. Nada que eu possa dizer vai descrever o quanto a comunidade desse site é maravilhosa.

Cool Mini or Not (Inglês): Além de loja, galeria e central de tutoriais e artigos, o site possui um fórum movimentado, muito bom.

Dakka Dakka (Inglês): Fórum focado em Warhammer Fantasy e 40k, mas onde é possível encontrar tutoriais úteis e inspiração, MUITA inspiração.

Forum da Privateer Press (Inglês): Fórum dessa companhia, não conheço bem então não posso falar muito.

Fórum da Reaper Miniatures (Inglês): Fórum dessa companhia, ótimos tutoriais e referência, muito material interessante no fórum e na sessão “The Craft” do site.

Warhammer Brasil (Português): Forum brasileiro focado nos jogos da GW mas que serve de certa forma de ponto de encontro para quem curte pintar miniaturas.

Wargame Brasil (Português): Fórum novo que surgiu a partir do LoTR Brasil que lida com miniaturas e wargames em geral. Ainda está se estabelecendo mas tem bastante potencial.

No Próximo Artigo…

Introdução à pintura e preparação de sua miniatura. Com sorte não vai ter nem metade do tamanho deste.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
%d blogueiros gostam disto: