Desafiando toda a lógica e as convenções de uma era dominada por scans, PDFs, E-readers, tablets e outros paranauês futuristas, a 17ª Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro é um sucesso! A cada edição, batendo misteriosamente recordes de público e de (pasmem!) vendas.

Mordor? Não, indo pra Bienal.

Mordor? Não, indo pra Bienal.

Nuvens ofuscam o sol e a chuva castiga o solo, parece um mundo paralelo: stands com limites de pessoas para controlar a multidão, seguranças, filas para comer, filas para entrar, filas para sair, filas para pagar, filas para olhar, filas para fotografar, fila para autógrafos, sorte que não há fila pra cagar! Tudo isso por causa de livros? Sim. Talvez exista alguma esperança para a humanidade, não é mesmo? Só queria saber, de coração, onde esses ávidos leitores se escondem. Mas vamos falar agora, de alguns aspectos do evento:

PREÇOS DOS LIVROS

Vejo muita gente reclamando o seguinte: “mas os livros na Bienal são muito caros!”, ou então “os preços da Bienal são os mesmos da loja”. Para essas pessoas eu explico: a Bienal serve, mercadologicamente falando, para três coisas:

  • Para as editoras lançarem seus livros.
  • Para fomentar vendas através da presença de autores.
  • Para se livrar de estoques através de promoções.

É bastante óbvio que lançamentos terão preços de lançamento. Mas aquele leitor paciente e culto o suficiente, encontrará verdadeiras pérolas por bagatelas de R$5,00 a R$15,00. Eu usei a palavra “culto” pois é muito fácil você colocar a mão em um verdadeiro “graal editorial” e não se dar conta, simplesmente por não conhecer o tema/autor/título em questão ou não ser de seu interesse. Só não me entenda mal. Isso acontece com você, acontece comigo. Exemplo: eu adoro cinema. Sei que um livro do Andre Bazin (crítico e pensador da área) é uma fortuna, mas eu achei o livro dele por míseros R$5,00. Claro que vai variar de pessoa pra pessoa, de gosto pra gosto, mas uma pessoa que domine várias áreas saberá detectar e filtrar melhor essas relíquias. Eu não gosto tanto assim dos Rolling Stones, mas tinha lá vários livros nesse preço sobre eles. Entendeu o raciocínio?

COISAS DE NERD

Stand da Devir

Stand da Devir

“Essa galera da pesada vai aprontar altas confusões” e vai fazer a festa na Bienal: Devir, Jambô, Comix, Panini, entre outras, todas lá vendendo boardgames, cardgames, RPGs, quadrinhos, etc. Ponto alto está na Devir que está queimando estoque com um verdadeiro saldão de livros de Dungeons & Dragons 3.0/3.5 por R$10 a R$20, eu mesmo comprei vários lá no domingo. Vários outros livros importados estão com um preço, digamos, “camarada” tendo em vista a alta do dólar. E corra, pois essas promoções estavam fazendo sucesso estrondoso.

 

Um rapaz comendo pão com carne caseiro para comprar mais Magic. (meu cunhado na verdade...kkkk)

Um rapaz comendo pão com carne caseiro para comprar mais Magic. (meu cunhado na verdade…kkkk)

COMIDA

Amigo, leve comida e água de casa. Estou falando sério! É preço de “rave vida loka”. Todos os preços são catapultados para o grande público, pois eles sabem que em lugares assim, você não tem escolha: “a criança chorou, o papai tem que comprar”. Será recompensador quando você economizar o dinheiro que faltava para comprar aquele lindo box das Crônicas Saxônicas! (Que, diga-se de passagem, minha irmã adquiriu lá.)

 

CONCLUSÃO

Como sempre, a Bienal carioca acontece no Riocentro; o local em si é uma baita contramão, pois as obras da Barra estão em andamento desde 1992. Mas a organização do evento capricha, com banheiros situados estrategicamente, uma praça de alimentação grande, “ruas” amplas que quase (eu disse quase) comporta o fluxo. Tudo isso funciona bem na parte da manhã e durante a semana. O problema é que é muita gente na parte da tarde e nos finais de semana. Aí a coisa fica feia mesmo. Abra um sorriso e bem-vindo à micareta do livro.

OBS: tudo bem que o ingresso é “salgado” (R$16 a inteira), mas para compras em um único stand com o valor maior que R$80 reais, você pode abater o valor do ingresso deixando o mesmo lá, Devir e Jambô inclusive estão aceitando!

Essa edição da feira de livros vai até dia 13 de setembro, vale a pena conferir e garimpar por lá e se você tiver alguma teoria a respeito desse feliz boom editorial, comente abaixo.

Abraço a todos!

Trabalha com Cinema e TV desde 2005 e joga RPG desde 1994, ao qual mantém uma relação de amor e ódio com D&D. Dono do podcast de cultura pop Dimensão 7.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
%d blogueiros gostam disto: