Autor: Douglas

Low Magic

Porque um cenário de baixa magia,  se toda a graça de jogos de fantasia está no combate mortal com raios voando para todos os lados?

Read More

Valorize seus jogadores!

Por que personagens como Tanis, Elmister, Tenser, Moderkain, Drizzt e Raistlin são sempre lembrados e cultuados por jogadores e mestres? Ora, a resposta é simples: todos realizaram feitos de grande reconhecimento. Mas será que Raistlin só foi reconhecido quando destronou Takhisis?

Read More

A tempestade da luz, parte 3: Traição, orgulho e cataclismo

Beldinas the Lightbringer, o homem temido por todos os maus, o escolhido dos deuses — ou assim se pensava — quer por um fim de uma vez por todas em toda maldade do mundo! Trancafiado, estudando os discos de Mishakal, o grande rei-sacerdote descobre como fazê-lo: ele ORDENARIA aos deuses que aniquilassem todo o mal. Nesse momento, iniciam-se os sinais: Os deuses de Krynn, especialmente os malignos, não podiam tolerar tal atitude. Paladine, porém, interveio, pedindo que sinais fossem enviados para que o povo e o rei-sacerdote pudessem se redimir de tamanha ofensa, mas o povo e os sacerdotes...

Read More

A tempestade da luz, parte 2: A guerra a favor da escuridão

Após uma breve ambientação de Krynn pré-cataclisma vamos entrar no tema propriamente dito. OK, temos uma situação de tirania pura e plena sustentada por uma população de fanáticos que não sabem o que realmente está acontecendo e acreditam piamente que tudo está na mais perfeita ordem e que a fonte de tirania é na verdade um governador benevolente e santo. Nessa situação, o que proponho. Uma campanha em que os personagens sejam eles de qualquer tendência ou alinhamento e tenham que sobrepujar essa tirania de alguma forma. Preferencialmente, os personagens devem ser bons, e o foco das aventuras, o desafio moral de lutar contra algo que é essencialmente maléfico enquanto ainda é bom! O que fazer, então, para isso acontecer ? Não existe uma receita de bolo; talvez os personagens sejam confrontados com atos tirânicos, talvez algum dos personagens seja mal e se sinta amaeaçado pela crescente tirania! Ou, ainda, seu personagem pode ser um mago de quaisquer das ordens, mesmo dos robes brancos; nesse caso em particular o preconceito contra a magia e sua condição de que ela é sempre algo maléfico e não-natural pode fazer de suas aventuras um prato cheio. Vale lembrar também que essa é a época dos verdadeiros clérigos de DragonLance o único momento da história em que a magia rola mais solta e o cenário é um pouco menos low magic; é possivel...

Read More