Salve, salve, minha galera nerd rpgística dessa terra brasilis, estamos aqui novamente na nossa taverna favorita para bater um papo sobre técnicas de criação. Pegue um banco, se achegue ao fogo e vamos nessa! Peçam o que quiser.

A nossa pedida de hoje é um auxílio importante para quando se faltam idéias: o banco de reservas.

É normal que, quando estamos no processo de criação, por vezes nos faltam as idéias. Pelo menos para quem vos fala é um processo muito doloroso tentar imaginar ou re-imaginar tanto o cenário quanto personagem.

Assim como para escrever um conto, um romance ou uma mesa de RPG (e olha que pra mim estão todos quase na mesma categoria), precisamos de um passo muito simples: criar um banco de reservas. Assim como em um time de futebol, quando um não está rendendo bem podemos trocá-lo. Um passo bem simples é criar um caderninho ou um bloquinho onde tudo fique bem guardado.

Para personagens, divida-os em categorias. Faça espaços para Heróis, Vilões, Coadjuvantes e Anti-Heróis. Anotar traços de personalidade ajudam bastante, mas não imaginem esses traços como algo imutável, a não ser que seja um monge, pois a mente “humana” é inconstante e altamente mutável. Traços físicos, gostos, até a comida favorita contam na hora de escolher quem pode entrar num texto ou aventura.

Quanto a cenário, certas coisas devem ser observadas: Qual a temporalidade? (quando) Qual a localização? (onde) Quem estará no cenário? (quem) O que acontecerá nesse mundo? (o quê).

Colocando todas essas informações nesse arquivo, você tem um grande menu disponível 24 horas e não será mais pego em emergências ou de calças arriadas. Imagina que você chega em um evento para narrar e, de repente, os jogadores fazem algo fora do previsto (o que nem acontece com freqüência) e você precisa de um NPC urgente. O que você faz? Puxe seu arquivo e insira um personagem relâmpago. A mesma coisa serve para um conto ou livro, quando seu texto descamba e você não sabe como retomar a história.

Bom, galera, por hoje é só aqui na nossa taverna de sempre. Espero vocês aqui novamente a qualquer hora do dia ou da noite! Aqui nunca fechamos. Deixe um comentário no post ou um passarinho azul para @MMFelix. Até a próxima, pessoal!

Um nerd normal, que sabe um pouco de Latim, pesquisa Idade Média e escreve bastante. Professor por vocação, tenta gerar pensamento crítico na cabeça dessa molecada dando suas aulas doidas de Produção Textual, Português e Literatura. Amante de uma boa cerveja e um ótimo papo com a galera.
Adsum! Estamos presentes!

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
%d blogueiros gostam disto: