Quando descobri que a Devir Livraria ressuscitaria o morto e enterrado EIRPG juntamente com a Yamato, responsável pelo maior evento do gênero da América Latina, o Anime Friends, fiquei realmente bastante preocupado e, apesar de em um texto anterior, quando do cancelamento da RPGCon do ano passado, eu ter aventado a possibilidade de que um dos caminhos que os eventos de RPG poderiam tomar seria justamente se juntar com os eventos de outros hobbies, a junção com o Anime Friends não me deixa lá muito feliz. Em primeiro lugar, acho um grande erro tentar ressuscitar o EIRPG, pelo menos o nome, já que o evento em si tinha toda uma história e um funcionamento interno muito particular que eu sei que não poderá ser respeitado dentro do evento da Yamato; Em segundo lugar, é um fato consumado que o principal ponto de apoio destes eventos são os animes e o mercado que se movimenta ao redor deles (cosplay, bugigangas diversas, venda de material colecionável, OVAs e por aí afora) e que outros temas absorvidos pelo evento acabam ficando meio jogados de lado, e isso posso comprovar por experiência própria, já que tenho alguns amigos que possuem stands de exposição dentro da feira, mas que não se classificam como sendo diretamente associados ao mercado dos animês e mangás. É líquido e certo que esses temas têm menor atenção e, dependendo de quem são os responsáveis pela feira (que muitas vezes se deixam influenciar, por seus gostos pessoais em vez de terem uma postura saudavelmente imparcial), estarão fadados àquele cantinho que ninguém vai se dar ao trabalho de visitar.

© 2010 Theo Prins

© 2010 Theo Prins

Eu realmente temo que isso acabe acontecendo com o EIRPG (vamos e venhamos não é exatamente o público que mais dá dinheiro per capita, ainda mais se comparados com o público de anime e os membros de fã clubes de séries ou coisas semelhantes que não conseguem ir num evento desses e não voltar com pelo menos uma lembrancinha), será que os responsáveis pelo evento vão se dar o trabalho de separarem um lugar decente para as mesas, ou elas vão ficar espalhadas por ai ao deus dará, ou pior, ficarão tão perto de um dos palcos que os narradores vão precisar de um megafone para dar um bom andamento para as histórias?

Eu sinceramente não sou um grande fã da Yamato Corp e muito menos do Anime Friends — o ambiente dos otakus nunca me atraiu e, apesar de eu gostar de um ou outro animê ou mangá, não acho que esta parceria em especial vai dar certo (tanto a Yamato quanto a Devir são famosas mercenárias que pouco estão preocupadas com os interesses dos fãs). Então eu me pergunto porque mexer no pobre nome do finado EIRPG? Todo nome carrega uma história e, nesse caso, uma história ligada à era de ouro do hobby aqui no Brasil, imagino quantos jogadores, assim como eu, não irão até o evento pagando o absurdo valor de R$ 20,00 por dia (eu me lembro da época que a entrada do EIRPG era R$5,00) para simplesmente se darem conta que o evento pode ser qualquer coisa, menos o EIRPG que nós tanto gostávamos. Desta vez eu espero sinceramente estar errado, mas duvido muito disso.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
%d blogueiros gostam disto: