Espada e Planeta retorna com The Crystal Shard.

Espada e Planeta retorna com The Crystal Shard.

Ano passado, um dos shows que substituiram o Vozes da Terceira Terra na minha vida foi o Espada e Planeta, podcast mensal sobre ficção especulativa (fantasia, horror e ficção científica) em que um livro era discutido na íntegra e outro, proposto para o show do mês seguinte, dando tempo dos ouvintes lerem comigo e meu co-apresentador da vez (Douglas Alves, Rafael Bezerra ou Luciana Agostinho). Uma espécie de clube do livro em formato de podcast.

Depois de dois episódios, porém, o show entrou num hiato inesperado de três meses, mas ele está de volta. De fato, o episódio deste mês acabou de ser gravado.

Durante o Ano Novo, consegui organizar o novo estúdio permanente, de modo que eu não precise mais trazer coisas pra dentro e pra fora do estúdio anterior (o escritório) para gravar com a Luciana. Testamos o setup dia 2 último, gravando alguns episodios por canal do YouTube Herói de Papel (o primeiro episódio dos gravados àquela noite já está no ar).

Minha residência tem três quartos; o primeiro é onde eu e minha mulher dormimos, obviamente. O segundo quarto foi definido como escritório ou estúdio (no sentido de lugar onde se estuda) desde quando mudamos, com uma bancada que se estende por duas paredes, uma estante de livros, prateleiras, gavetas, computador e até um frigobar para eu não precisar sair do cômodo para pegar água ao gravar podcasts.

Uma das coisas que decora o novo estúdio é uma arte de Rod Reis.

Uma das coisas que decora o novo estúdio é uma arte de Rod Reis.

O terceiro quarto, porém, ficou por um ano, primeiro como depósito de tralhas, depois como quarto das cadelas, quando passamos a hospedar um segundo cachorro (parte do programa Lar Temporário de uma ONG local, com fins de aclimatizar um cão resgatado a uma vida familiar, com adultos e outro cão, para que possa ser finalmente adotado por uma família permanente). Recentemente decidimos dar mais uso àquele quarto, doando tudo o que estava lá dentro, incluindo o sofá velho, construindo um armário para minhas roupas (o armário do quarto ficou todo pra mulher) e com prateleiras para os jogos de caixa e até mesmo uma pequena estante para meus livros de RPG (idéia da mulher).

Uma coisa que fiz questão naquele cômodo foi o acréscimo de duas poltronas com pés giratórios. Depois que acrescentei um rack para guardar equipamento de som e um cubo acolchoado que eu mesmo fiz para por canecas de café, revistas (ou os pés) em cima, o quarto ficou perfeito: além de um ótimo ambiente de leitura, tornou-se o estúdio que esta casa precisava.

Com isso, o Espada e Planeta retorna discutindo The Legend of Drizzt, book IV: The Crystal Shard (Icewind Dale trilogy 1). Espero que o conforto do estúdio se transfira para a gravação.

Marcelo foi criança nos anos 80, então videogame pra ele é Sega, RPG é HeroQuest e calçado é All Star. Lê ficção especulativa sempre que pode, de preferência David & Leigh Eddings, Anne McCaffrey e John Scalzi. Evita TV como a peste — exceto se estiver passando Jornada nas Estrelas ou Supernatural. Gosta mais de cães do que de gente e abandonou a carreira de professor secundarista de História para pesquisar história da saúde pública na Escola de Enfermagem da USP de Ribeirão Preto.

Facebook Twitter Google+ Flickr Vimeo Skype  

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
%d blogueiros gostam disto: