A última notícia vinda do filme do Flash é que Ezra Miller (que interpretará o protagonista) não está satisfeito com o roteiro atual do filme, desceu do salto e falou “dá aqui que eu mesmo vou fazer essa merda”. Não só isso, ele apelou tão feio que chamou o lendário roteirita de quadrinhos Grant Morrison (Os Invisíveis, Batman: Gothic, Melhores do Mundo, Novos X-Men, Klaus, Savage Sword of Jesus Christ) para co-roteirizar o filme com ele.

O motivo da controvérsia entre estrela de Flashpoint e John Francis Daley, Jonathan Goldstein e Joby Harold é que diretores e roteirista querem um filme mais leve, seguindo a tônica dos únicos filmes de sucesso da Warner/DC em mais de dez anos. Miller quer um filme mais sombrio e sério. Parece que ele não está indo muito aos cinemas ou então é uma daquelas pessoas esquisitas que gostaram de Martha v. Superman e Liga da Bagunça, porque filmes de super-heróis com dor de barriga no escuro não estão dando bons resultados ao estúdio.

Por um lado, Ezra Miller continua no papel enquanto que dois diretores já pularam fora do projeto. Ah, e Grant Morrison entrou em cena. Então pode muito bem ser que ele ganhe essa queda de braço e tenhamos um filme do Flash triste e com cara de quem comeu e não gostou. Mas eu não sei não. Mulher-Maravilha, Aquaman e o que a crítica anda dizendo de Shazam! nos “screenings” sugere que a era do super-herói descontruído e a análise metalingüístia do que significa ser um herói, que o Zack Snider tentou desastradamente fazer com Homem de Aço e cia. já era (ou melhor: nunca chegou). O público quer ver super-heróis que gostam de serem heróis.

E tem mais: O contrato de Ezra Miller termina em Maio, então se não começarem a filmar, tipo, ontem, o projeto volta pra estaca zero. Miller prometeu que ele e Morrison entregam o novo script esta semana. Vamos ver.

Fontes:
The Beat
IMDb

Grant Morrison, o cara

Corre Barry, corre!

Atualização: Fui lembrado que Esquadrão Suicida tentou ser engraçadinho mas é uma bosta. Tens razão. Filmes coloridos e com bom-humor não são garantia de sucesso. É todo um conjunto de diretor, atores, roteiro e até época em que o filme é lançado.