Seria apenas o prosseguimento natural do “efeito Hawkeye” ou o apraecimento de Miguel O’Hara, o Homem-Aranha do ano 2099 nas páginas de Superior Spider-Man que precipitou o anúncio do retorno do título Spider-Man 2099?

Qualquer que seja o motivo, eu estou muito feliz. Este é possivelmente meu personagem favorito do universo Marvel e, ao que parece, de muita gente por aí.

Spider-Man 2099 #1

Arte: Simone Bianchi

Viagem no tempo parece ser o jeito que a Marvel vai usar para não precisar explicar como Miguel O’Hara ainda é o Homem-Aranha na nova série, que estréia em Julho: ele pode ter sido retirado de qualquer momento em sua linha do tempo (para quem não se lembra, Miguel se aposenta após usar Mjolnir para liderar a humanidade por mil anos).

A revista foi dada ao escritor original do Homem-Aranha 2099, Peter David, e o artista responsável será Will Sliney.

A história do primeiro arco da revista irá lidar com Miguel vivendo no tempo presente, seu passado, em contato com seu avô, Tiberius Stone, responsável pela fundação da Alquemax, a corporação maligna e onipresente do futuro de Miguel.

Apesar de minha surpresa e alegria em ver Spider-Man 2099 como título regular novamente, se eu pensar bem, o personagem nunca realmente desapareceu desde que sua revista (e todo o universo 2099) foi cancelada em 1996. Ele constantemente aparece como personagem desbloqueado em video games do Homem-Aranha e, em ao menos dois, foi personagem ativo (o ótimo Shattered Dimensions e sua não tão boa continuação, Edge of Time). Eu acredito que ele é o único personagem do universo 2099 na série Marvel Figurines produzida pela Eaglemoss.

Agradecimentos ao Márcio Fiorito por ter postado esta notícia na comunidade do Google+ Leitores do PtdM.

Fontes:
• Newsarama: Spider-Man 2099 swings again in new ongoing series with Peter David
• Wikipedia: Spider-Man 2099</em>

Marcelo foi criança nos anos 80, então videogame pra ele é Sega, RPG é HeroQuest e calçado é All Star. Lê ficção especulativa sempre que pode, de preferência David & Leigh Eddings, Anne McCaffrey e John Scalzi. Evita TV como a peste — exceto se estiver passando Jornada nas Estrelas ou Supernatural. Gosta mais de cães do que de gente e abandonou a carreira de professor secundarista de História para pesquisar história da saúde pública na Escola de Enfermagem da USP de Ribeirão Preto.

Facebook Twitter Google+ Flickr Vimeo Skype  

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
%d blogueiros gostam disto: