Nessa terceira parte vou mostrar algumas ferramentas básicas, na internet e outras provavelmente de uso no seu dia a dia que podem ajudar bastante ao rolar uma mesa virtual de RPG.

Nas últimas duas partes vimos alguns jeitos de jogar RPG que deixavam a desejar em um dos fatores mais interessantes do RPG. A Interação entre os jogadores.

A internet desde muito tempo atrás provê interação entre as pessoas de uma forma mais imediata que fóruns ou email. Os chats!

Os chats são interessantes pelo fato de poder juntar grupos de pessoas conversando em tempo real, interagindo, tomando decisões  e de fato jogando RPG. Eles evoluíram do antigo (e ainda bastante usado) IRC, bem difundido aqui no Brasil geralmente pelo nome do programa que se utilizava para conectar nos servidores, o mIRC. O IRC possui recursos mais amplos que os chats mais comuns, como geração de valores randômicos, seleção de um coordenador da sala, que possibilita um controle maior sobre o ambiente impedindo pessoas de fora de prejudicarem o andamento da conversa assim como  a separação de mensagens especificas para cada pessoa ou grupo de pessoas. Os antigos servidores brasileiros estão caindo em desuso, porém muitos servidores internacionais ainda estão disponíveis, proporcionando um ambiente interessante para grupos que acharem seu canto nessa modalidade.

ESIEA © 2008 Media Interaction Lab

ESIEA © 2008 Media Interaction Lab

O chat surgiu trazendo essa dinâmica de pessoas para a web e popularizando o conceito, que, apesar de não possuir tantos recursos, transformou fronteiras em linhas mais tênues. Hoje em dia este  é o recurso mais comum no que se refere a qualquer tipo de interação entre as pessoas e por isso é parte integrante de diversos softwares de RPG que estarei analisando nos próximos artigos de RPG Virtual.

Os programas de Instant Messaging, como MSN Messenger (recentemente nomeado de Live Messenger), Skype, Google Talk, assim como os não tão comumente utilizados como ICQ, Yahoo! Messenger e AIM entre outros são a nata desses ambientes para jogadores de RPG. Todos possuem recursos para chat em grupo e alguns deles, como o Skype, possuem plugins para rolagem de dados, quadro para desenho ou arquivos compartilhados, entre outros recursos de colaboração, geralmente voltado para trabalhos  e reuniões profissionais.

A maior vantagem desses programas é que a maioria deles vem hoje em dia com recursos de voz, deixando o chat em segundo plano, para mensagens secretas, troca de arquivos, ou até situações emergenciais (é melhor digitar do que avisar em alto e bom tom que você teve uma dor de barriga e volta logo mais) . Com a possibilidade das conversas via voz discussões são vencidas mais rápido, conclusões são tomadas em menos tempo e o mestre pode utilizar de vozes e até alguns recursos de áudio para criar uma melhor sensação de imersão.

Outro recurso fantástico existente hoje, voltado para colaboração é o Google Docs, um site da Google que possibilita a criação de documentos, textos, planilhas e apresentações online, e de forma compartilhada. Ao se utilizar o Google Docs para gerar um grid para seu encontro em uma planilha, basta apenas a idéia. Você tem diversos recursos como adição de imagens, manipulação de tokens, links para uma apresentação com fotos ou um documento de texto com uma descrição. O mestre pode manter as planilhas escondidas e só revelá-las no momento certo. Todas as tabelas necessárias podem estar ao alcance de dois cliques entre inúmeros outros recursos.

Uma outra sugestão, também para mestres, é a utilização de diversos sites de publicação de media. Você pode achar facilmente fotos, desenhos e imagens relacionadas à aventura que você está mestrando e através de links enviados via o chat você garante que seus jogadores  estejam entendendo o que você quis dizer quando detalhou a montanha do feiticeiro, ou quão feia era a estalajadeira. Sem contar que, com o Google ao alcance do mouse, nomes que você não havia pensado, situações inesperadas e ganchos imperdíveis estão em suas mãos.

Sites como o BlipFM proporcionam a criação de playlists para tocar para seus amigos e uma boa trilha sonora pode melhorar muito sua aventura.

FLUX Table © 2008 Media Interaction Lab

FLUX Table © 2008 Media Interaction Lab

Em último caso, se você quiser existe a possibilidade do uso de vídeo para o jogo, desde a transmissão em broadcast como do Justin.TV até os Chat multi-cameras como Stickam, onde todos no chat podem criar uma tele-conferência RPGística.

Se você olhar ao seu redor, no mundo virtual do seu dia-a-dia, tenho certeza que com um pequeno incentivo, uma centelha de imaginação, você pode transformar suas ferramentas de trabalho em sua próxima mesa de RPG, com seu clérigo em Manaus, um Vampiro Carioca, uma Elfa Gaúcha e um Investigador doidimais de Belo horizonte !

Até a próxima!

Mais:

mIRC: http://www.mirc.com/

Google Docs: http://docs.google.com/

Plugins para Skype: http://www.skype.com/go/extras/

Yastromo

Formado em Ciências da Computação e aficionado por ficção e fantasia escreve desde contos e histórias até análises de regras de sistemas ou mundos reais ou imaginários.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
%d blogueiros gostam disto: