Estas são as notícias que sobraram do Por trás da Máscara de hoje. Elas não foram pro episódio por falta de tempo (já que nos limitamos a gravar por uma hora e meia) ou porque eu me esqueci de chamá-las.
Depois de X-Men ’92, Nicktoons ’92 Nicktoons é o título do filme que a Paramount promete para o futuro próximo, usando licenças da Nickelodeon que foram sucesso nos anos 1990, como Bob Esponja, Os Pestinhas/Os Anjinhos (depende de onde você assistiu), Doug o Atolado, Ren & Stimpy, etc. A produção está nos estágios iniciais, mas já sabemos que vai misturar filmagem real com animação. A má notícia, pra mim, é que isso quer dizer que o “revival” dos anos 1980 (minha década favorita) oficialmente acabou e são os anos noventa que são “cool” agora. Estou triste… Fonte: UniversoHQ
Nova editora no pedaço: Aftershock Comics Esta nova editora promete. Fundada em Abril último com Mike Marts, que saiu da Marvel onde era editor executivo pra isso, e o roterista Joe Pruett como editores-chefes, a Aftershock revelou seus primeiros títulos a sair em Dezembro: Replica, por Paul Jenkins e Andy Clarke; InSeXts, por Marguerite Bennett e Ariela Kristantina; SuperZero, por Amanda Conner, Jimmy Palmiotti e Rafael de Latorre; Dreaming Eagles, por Garth Ennis e Simon Coleby (2000 AD, The Authority). A AfterShock também anunciou que títulos em 2016 envolverão Adam Glass, Alberto Ponticelli, Brian Azzarello, David Hine, John Layman, Ray Fawkes, Ryan Parrott, Sam Kieth e Szymon Kudranski. Fonte: ComicVine

Nova leva de quadrinhos europeus em inglês pela Humanoids

Conheci essa editora recentemente através de dois de seus títulos, Sanctum e Cape Horn (comentei sobre eles aqui). Desde então, a Humanoids e seus quadrinhos de autores europeus têm se mantido no meu radar, e a mais recente leva de títulos que eles lançarão em inglês em Novembro impressiona:

Redhand: Twilight of the Gods, originalmente lançado em francês por Kurt Busiek, é a história de um homem sem memória mas dotado de inexplicáveis habilidades marciais que pode, talvez, encerrar uma guerra planetária;

Mandalay, escrita por Philippe Thirault e com arte de Butch Guice, Gallur e Jose Malaga, se passa na Myanmar dos anos 1940 e que conta a história de dois irmãos ingleses rivais durante a guerra de independência daquele país (parece uma ficção história realista, mas na verdade tem elementos sobrenaturais e envolve ruínas misteriosas no meio da selva);

Freddy Lombard, com texto e arte de Yves Chaland, é uma aventura desenhada e escrita no estio imortalizado por Georges Remi em suas Les Aventures de Tintin.

Fonte: ICv2

Redhand - Twilight of the Gods
Mandalay
Freddy Lombard

Miguelanxo Prado no Brasil

O quadrinista espanhol estará na 7.ª Tarrafa Literária, evento que acontecerá em Santos (SP), entre 23 e 27 de Setembro. Pouco se tem de Prado no Brasil, mas a editora Realejo Livros anunciou que pretende lançar edição brasileira de Ardalén, o trabalho mais recente de Prado. Porém, ainda não há detalhes quanto ao formato, preço ou mesmo a data de publicação.

Fonte: UniversoHQ

Ardalén

Exposição de Mafalda no Rio

A personagem do argentino Quino (o “pen name” de Joaquín Salvador Lavado) será o foco da exposição Mafalda na Sopa, que fica em cartaz na Biblioteca Parque Estadual, no centro do Rio de Janeiro, até 24 de Outubro, contando com artes originais do cartunista e material inspirado pela garotinha de classe média com eternos problemas de atitude e uma esperança infinita na humanidade. Se você for ou estiver de passagem pelo Rio, faça a si mesmo um favor e confira a exposição. A entrada é gratuita e a Biblioteca fica aberta das 11 AM às 7 PM.

Fonte: UniversoHQ

Mafalda

Gail Simone confirmada pro FIQ 2015

A roterista de Batgirl, Secret Six, Red Sonja e muitos, muitos outros títulos estará no Brasil para o FIQ 2015, que acontece entre 11 e 15 de Novembro em Belo Horizonte. Simone tem sua história inexoravelmente ligada ao movimento feminista nos quadrinhos, já que começou a escrever roteiros profissionalmente graças aos seus blogs e artigos online criticando, às vezes com humor, mas sempre duramente, o tratamento que heroínas e coadjuvantes femininas recebem nos quadrinhos. Simone passou então de cabeleireira fã de quadrinhos a um dos nomes mais reconhecidos na indústria. Se os quadrinhos de hoje estão sequer um tiquinho menos hostis às mulheres, uma das pessoas que precisamos agradecer é a Gail Simone, e ela estará no FIQ este ano.

Fonte: página oficial do FIQ

Marcelo foi criança nos anos 80, então videogame pra ele é Sega, RPG é HeroQuest e calçado é All Star. Lê ficção especulativa sempre que pode, de preferência David & Leigh Eddings, Anne McCaffrey e John Scalzi. Evita TV como a peste — exceto se estiver passando Jornada nas Estrelas ou Supernatural. Gosta mais de cães do que de gente e abandonou a carreira de professor secundarista de História para pesquisar história da saúde pública na Escola de Enfermagem da USP de Ribeirão Preto.

Facebook Twitter Google+ Flickr Vimeo Skype  

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE
%d blogueiros gostam disto: